sábado, 4 de setembro de 2010

Pneus de carga é aqui!

Começamos em 04/09/2010


A Escolha

           A importância do pneu correto, tanto pela sua utilização quanto a sua durabilidade é muito importante para a manutenção do negócio das transportadoras.  Afinal o pneu é o segundo maior custo de uma frota após o combustível e mais uma vez se faz importante a escolha do pneu correto uma vez que já existe no mercado pneus que ajudam em até seis por cento na economia de combustível.  


O custo


          Um outro aspecto que o empresário deve ficar muito atento é que o que faz um pneu ser bom e barato é exatamente o quanto ele rende em quilômetros. em outras palavras quanto este pneu te custa a cada quilometro rodado, alguns chamam isto de custo quilométrico é onde você dividi o preço do pneu novo e de suas reformas e o quanto ele rodou até sua carcaça não servir mais ou mesmo for vendida e o pneu que der o menor valor é o que de fato é o mais barato. O que nos leva a seguinte conclusão é possível que o pneu que tenha o menor desembolso inicial se mostre o mais caro no final de sua vida util.



Controle


        Imagine o cenário uma frota de cinquenta caminhões truck ou seja quinhentos pneus no solo e o proprietário deste patrimônio não tem controle de troca, rodagem, reforma ou mesmo de que pneu esta em que carro qual séria a possibilidade de prejuízo deste empresário em um ano. Muito grande afinal só em pneu  sem contar rodas, câmeras de ar e válvulas ele teria no mínimo quinhentos mil reais rodando por ai sem o menor controle ou conhecimento de suas ocorrências. O pior de tudo é que esta situação ocorre todos os dias nas empresas onde sua direção ver o pneu como uma commodity ou até mesmo como um mal necessário. 
          A questão é que esta situação é um grande erro, pois existe centenas de pneus diferentes estas diferenças começão no composto da borracha, passam pela estrutura da carcaça chegando na utilização.  
           É neste momento que chegamos a pessoa do controlador é o profissional que sabe quanto cada pneu rende em quilometragem, a hora do rodízio (pode ser na própria roda, no eixo ou entre eixos), verifica o momento e a possibilidade de ressulcagem( explicaremos  posteriormente),  a hora da reforma, onde e quando foi colocado cada pneu  e finalmente e não menos importante ao contrario é o ponto crucial  qual o custo de cada quilômetro rodado.

contato: pneudecarga@uol.com.br
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário